Como fazer financiamento de moto com nome sujo

Um dos maiores sonhos de todo brasileiro é justamente adquirir seu próprio veículo. O motivo é simples, a comodidade e rapidez que isso proporciona é fantástico. Se você já pensou assim, claro que quer substituir o uso do ônibus, vans e metrôs por seu próprio veículo. Por isso, separamos uma lista de Como fazer financiamento de moto com nome sujo.

Geralmente, o primeiro passo para adquirir um veículo é verificar os dados do comprador, mas existe uma forma de Como fazer financiamento de moto com nome sujo, e conseguir adquirir seu tão sonhado veículo. Lembramos que apesar dos passos apresentados aqui, tudo varia de acordo com o banco que realizará o financiamento.

Como fazer financiamento de moto com nome sujo
Como fazer financiamento de moto com nome sujo

Como fazer financiamento de moto com nome sujo

O primeiro passo para realizar o financiamento é identificar a loja e o modelo que quer adquirir. No Brasil, a marca mais famosa de motos é a Honda, porém, Yamaha e outras marcas menores, tem ganhado bastante destaque. Destacam-se os modelos Honda Titan 160, Biz 125 mais e Fazer.

Os passos a seguir, são imprescindíveis para tentar seu financiamento, porém, de certa forma, lembramos ainda, que você pode receber uma recusa de alguma das instituições financeiras.

Qual banco faz financiamento com nome sujo ?

Tanto bancos privados, quanto bancos públicos, oferecem opções para financiamento de moto. Porém, a possibilidade de conseguir um financiamento com o nome restrito, é muito maior em um banco particular. Isso por que, o banco não depende de dinheiro de terceiros, ou seja, ele oferece o dinheiro do próprio “bolso” para o financiamento.

Destacamos entre os bancos privados, o Banco Itaú, Bradesco, Santander e BMG. Este último, inclusive trabalha diretamente com empréstimos para todos os tipos de clientes, incluindo, aposentados e pensionistas.

Documentos necessários para financiar uma moto

Após escolher o modelo e o banco que irá realizar o financiamento, separe os documentos para o Banco. Geralmente, os bancos exigem que o cliente apresente: RG,CPF ou carteira de habilitação. Um comprovante de residência atualizado e um comprovante de renda são indispensáveis. Como comprovante de renda, o banco aceita, holerite, declaração do imposto de renda e contra-cheque.

Talvez seja necessário, levar alguém que aceite ser seu fiador. Geralmente, essa pessoa não pode ter o nome comprometido em nenhum Serviço de proteção ao crédito (SPC).

Isso serve, pra que, caso você não pague a conta, a pessoa terá que assumir a dívida. Encontre alguém de confiança, que apresente boa vontade, já que o número de vezes em que essa pessoa irá ao banco, pode ser grande.

Financiamento de moto sem entrada

Geralmente, é realizada uma avaliação para ver qual a taxa de juros e valor das parcelas serão aplicadas no financiamento. Avaliando sua renda, e o valor da moto, é possível que você adquira sua moto sem entrada. Isso por que, as parcelas só podem comprometer um máximo de 30% de sua renda mensal.

Os valores de juros e entrada variam de banco para banco. Se caso escolher um banco público, como a Caixa econômica federal, a taxa de juros é bem abaixo do esperado. Com apenas 1,24% ao mês, e adquirindo uma moto de R$10.000,00, então pagará 36 parcelas de R$242,25 e um total de R$12.821,00

Já pelo Bradesco, a taxa é um pouco mais alta, já que o mesmo, cobra uma taxa mensal de 4,81%. Então, pagará 36 parcelas de R$412,77 e um total de R$17.859,00

Dicas de como financiar moto com nome sujo

Ter um bom crédito na praça é um dos principais requisitos para conseguir a aprovação no banco. Muitas das vezes, a restrição que os clientes possuem em seus nomes, são dívidas de apenas um fornecedor. Entenda:

Vamos supor que você tenha adquirido um plano na operadora TIM, e que tenha perdido, esquecido, ou achado injusto paga a última fatura. O valor é algo aproximado de R$100,00 e você ainda não conseguiu negociar com a operadora.

Neste caso, o Banco pode entender que você não tem a intenção de aplicar um “calote” no mesmo, já que, apenas houve um problema, que em tese, é fácil de resolver.

Caso não consiga aprovar seu financiamento, uma boa saída, é pedir a alguém de extrema confiança, para financiar em seu nome.

Lembro que, essa pessoa confiará o nome dela aos seus cuidados, e uma vez que não pagando as parcelas, o veículo pode ser apreendido e o nome dessa pessoa, também será incluído nos órgãos de proteção ao crédito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *